Câmara realiza audiência pública para debater o combate às drogas

olimpio-oliveiraA Câmara Municipal, atendendo solicitação do presidente do Poder Legislativo, vereador Nelson Gomes Filho, realizou nesta terça-feira, 25, uma audiência Pública para debater sobre o controle da dependência química no município de Campina Grande.

Entre os participantes, o secretário de Assistência Social, João Dantas; secretaria executiva da educação, Iolanda Barbosa; a coordenadora do Programa de Educação e Prevenção, Tabaco, Álcool e outras Drogas, professora Clésia Pachu; o presidente do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas, Antônio Andrade; a coordenadora do Programa de Tabagismo da Secretaria de Saúde, Maria Gentil Montenegro, estudantes da UEPB, representantes de entidades e Associação de combate ás drogas.
O vereador Olimpio Oliveira fez a abertura da Audiência Pública defendendo políticas públicas inovadoras para enfrentar os problemas das drogas em Campina Grande. Ele defende ainda um lugar especializado para o tratamento dos dependentes químicos, longe das ruas para que os mesmos tenham uma maior chance de se livrarem do vício. “Pois não temos na Paraíba, leitos para internações de dependentes químicos”, disse o vereador Olimpio.

Já a coordenadora do programa de Educação e Prevenção ao Uso de Álcool, Tabaco e Outras Drogas, professora Clésia Pachu, em sua fala destacou a instituição de políticas públicas eficaz para o enfrentamento e combate aos diversos tipos de drogas. “É preciso se fazer um trabalho de cuidar com controle para que surja a recuperação”. Alertou que muitos dos usuários de qualquer tipo de droga começa em casa, ainda criança ou adolescente com um membro da família que bebe, fuma e usa outros tipos de drogas.

qr codeA representante da Secretaria de Educação, professora Iolanda Barbosa ressaltou que a pasta da educação tem desenvolvido ações no sentido atender as demandas encontradas nas escolas, entre elas o combate ao uso de drogas pelas crianças e adolescentes. Disse que o trabalho feito pelas equipes da Secretaria tem identificado alunos com dificuldade de aprendizagem e essa dificuldade quase sempre é em virtude de casos do uso bebidas e drogas dentro da família.




Fale Conosco

Para que possamos lhe atender melhor por favor entre com as informações abaixo. Obrigado!

Perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões? Eu adoraria ajudá-lo!

ENTER para enviar