Câmara realiza audiência pública para discutir sobre a Reforma da Previdência

Câmara realiza audiência pública para discutir sobre a Reforma da Previdência

A reforma da Previdência Social, proposta pelo Governo Federal, está preocupando os trabalhadores brasileiros e deixando várias dúvidas sobre o funcionamento das aposentadorias caso a PEC 287/2016 seja aprovada. A Câmara Municipal de Campina Grande, preocupada com a qualidade de vida dos cidadãos campinenses, convocou a população para realização de uma audiência pública, proposta pelos vereadores Álvaro Farias e Olímpio Oliveira, para discutir sobre essa proposta de Emenda Constitucional durante a manhã dessa segunda-feira (27).

O parlamentar Olímpio Oliveira agradeceu a todos os trabalhadores que estiveram presente na audiência em busca dos seus direitos, alertando sobre os prejuízos que os brasileiros podem sofrem com a aprovação desse projeto. “Fizemos essa audiência para que todos os que estiveram aqui pudessem ter voz e Campina Grande vai dar esse grito, não podemos aceitar e acatar qualquer coisa que esse governo fizer que crie dificuldade para o povo, isso é um ataque aos direitos dos trabalhadores e precisamos resistir, nos mobilizar”, exclamou.

Segundo o vereador Álvaro Farias, a PEC 287 traz vulnerabilidade para os trabalhadores, principalmente para os agricultores que têm a expectativa de vida menor no Brasil. “As mudanças contidas nesse projeto vão prejudicar as aposentadorias e acentuar ainda mais a desigualdade do país. Haverá fragilidade na aposentadoria rual que agrava a Constituição de 88 e essa PEC retira os direitos conquistados pela classe trabalhadora, especialmente a rural”, afirmou.

Finalizando a audiência, os vereadores e trabalhadores presentes determinaram a construção de um documento, intitulado “O grito de Campina Grande contra a Reforma Previdenciária”, para que seja enviado aos deputados estaduais, federais e senadores da Paraíba para que tomem conhecimento do que foi discutido durante o evento e se posicionem a favor do povo.

Na discussão sobre a PEC 28/2016 estiveram presentes representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (FETAG – PB), Federação dos Auditores Fiscais, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Campina Grande, Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência da Paraíba (Sindsprev – PB), Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato dos Trabalhadores da Educação da Paraíba, Cooperativa dos Transportes Públicos da Paraíba, Sindicato da Saúde da Paraíba, ADUEPB, ADUFCG, UCES, CUF, Sindicato das Escolas Privadas da PB, SINTAB, Sindicato da Construção Civil da Paraíba, Associação dos Aposentados, SINTEFPB, OAB, Sindicato dos Correios, Sindicato dos Bancários, CENTRAC, MST, o deputado estadual Renato Gadelha representando a Assembleia Legislativa da Paraíba, parlamentares da Casa de Félix Araújo e população campinense.

Dirp./CMCG




Fale Conosco

Para que possamos lhe atender melhor por favor entre com as informações abaixo. Obrigado!

Perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões? Eu adoraria ajudá-lo!

ENTER para enviar