CMCG vai discutir situação dos concursados da Polícia Civil

concursados_pcAtendendo a uma propositura do vereador Alexandre do Sindicato (PROS), presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública, Defesa Social e Prevenção às Drogas da Câmara Municipal de Campina Grande, o poder legislativo campinense vai realizar, nesta quinta-feira, 03, às 10 horas, sessão especial para discutir a situação dos concursados da Polícia Civil que ainda não foram nomeados.

De acordo com a Associação dos Policiais Civis de Carreira da Paraíba (Aspol/PB), atualmente mais de 900 concursados aguardam nomeação. Desse total, quase metade já passou pelo curso de formação, estando, portanto, esse grupo pronto para ingressar nos quadros da PC, enquanto a outra metade ainda precisa passar pelo processo de formação na Academia de Polícia. O ponto mais grave é que o concurso expira em junho.

O vice-presidente da Aspol, Júlio César da Cruz, fez revelações alarmantes sobre o efetivo da Polícia Civil paraibana. “Tomando como base a Lei 8.672/2008, o déficit atual é de cerca de oito mil policiais. O Governo do Estado, na atual gestão, convocou apenas cerca de 225 policiais, chamados em 2011. Só que há um detalhe: desde então, 275 policiais civis pediram exoneração”, disse.

Para Alexandre do Sindicato, a postura do Governo do Estado em relação aos concursados da Polícia Civil é inexplicável, sobretudo diante do quadro de escalada de violência que toma conta da Paraíba e, ainda, levando-se em consideração as promessas de campanha do governador Ricardo Coutinho em 2010.

qr code“No guia eleitoral, Ricardo prometeu céus e terra. Disse que ia fazer e acontecer, convocar concursados. Agora, com seu governo chegando ao fim, com a violência tomando conta do estado, ignora os concursados, inclusive aqueles que largaram tudo para fazer o curso de formação e, desde então, vivem a angústia de uma espera sem fim”, comentou o vereador.

 




Fale Conosco

Para que possamos lhe atender melhor por favor entre com as informações abaixo. Obrigado!

Perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões? Eu adoraria ajudá-lo!

ENTER para enviar