Galego do Leite denuncia exclusão de 97 ambulantes do São João no Parque do Povo

Galego do Leite denuncia exclusão de 97 ambulantes do São João no Parque do Povo

O vereador Galego do Leite (Podemos) denunciou na Câmara Municipal de Campina Grande o corte drástico promovido pela empresa Aliança no número de ambulantes que atuarão no Parque do Povo durante os trinta dias do Maior São João do Mundo. O parlamentar explicou que, de acordo com o edital divulgado pela Aliança, a quantidade desses trabalhadores vendendo seus produtos no local foi reduzida a cerca de um terço.

“Fiquei surpreso ao me deparar com o edital de convocação para cadastramento dos ambulantes que vão trabalhar dentro do Parque do Povo. Todos os anos, são cerca de 150 ambulantes e no ano passado esteve dentro dessa média, com 147 ambulantes. Mas, agora, o que aconteceu? A empresa Aliança fez o chamamento para cadastrar apenas cinquenta ambulantes”, relatou o vereador.

Galego do Leite cobrou a intervenção urgente da Prefeitura de Campina Grande e reclamou do caráter que vem sendo dado ao Maior São João do Mundo, que, de acordo com ele, tomou um perfil meramente comercial, voltado prioritariamente para o lucro da empresa gestora, sem levar em consideração desde os valores culturais da festa até os interesses dos comerciantes locais e da cidade como um todo.

“Fica aqui a nossa solidariedade a esses trabalhadores, que muitas vezes passam o ano todo esperando pelo São João, e o nosso protesto contra esse corte absurdo. Vamos procurar os responsáveis pela empresa para pleitear que esses quase 100 pais e mães de família não sejam tão prejudicados assim, sem que haja qualquer justificativa minimamente plausível para isso”, complementou.

***Conteúdo de responsabilidade da Assessoria




Fale Conosco

Para que possamos lhe atender melhor por favor entre com as informações abaixo. Obrigado!

Perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões? Eu adoraria ajudá-lo!

ENTER para enviar