Marinaldo apresenta PR concedendo Medalha de Honra ao Mérito ao professor Fábio Fernando

marinaldo_cardosoO vereador Marinaldo Cardoso Projeto de Resolução nº 002/2014 concedendo medalha de honra ao mérito municipal ao professor Fábio Fernando Barboza de Freitas. Marinaldo justificou a importância do reconhecimento do trabalho do professor Fábio. «Ele participou ativamente das grandes lutas da sociedade brasileira na segunda metade dos anos 70 e primeira dos anos 80 pela Anistia e pelas Diretas Já, além de algumas organizações de esquerda. Um grande exemplo», ponderou.
Em Campina Grande, o professor Fábio iniciou sua prática docente no antigo Colégio CPUC, no ano de 1978, ainda como aluno da 3ª série do ensino médio, inclusive tendo substituído em algumas aulas, a então professora de História do Brasil, à época, Léa Amorim.
Em 1985, o professor Fábio Fernando, ingressou na então Universidade Federal da Paraíba (UFPB), hoje Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), através de concurso público de provas e títulos, junto ao departamento de Sociologia e Antropologia do Centro de Humanidades. «Ele sempre trabalhou nas áreas de Teoria Política, Filosofia Política, Prática de Ensino e como introdutor, de maneira pioneira, no âmbito de toda a Universidade curricular da disciplina de Democracia e Direitos Humanos, do qual é professor até hoje», afirmou Marinaldo.
O vereador destacou ainda a disposição e os ensinamentos como ser humano passados pelo professor Fábio Fernando, que mesmo com limitações impostas por uma tragédia pessoal ocorrida há dois anos, ele se recusa a aposentar-se e continua lecionando na Universidade Federal de Campina Grande.
«No início de 2013, após consulta feita pelo Governo do Estado a um conjunto de entidades da sociedade civil, teve o seu nome como um dos sete indicados para integrar a Comissão Estadual da Verdade e da Preservação da Memória instalada oficialmente em março do ano passado. Essa Comissão é responsável pela apuração dos crimes de tortura cometidos no estado no período do regime civil-militar. Tal oportunidade de dar esta contribuição à recuperçaão desta nossa história foi motivo, ao mesmo tempo de muita honra, alegria e de uma imensa responsabilidade por mais este desafio na vida do professor Fábio. Portanto, nada mais justo que reconhecer este grande profissional concedendo-lhe esta simbólica homenagem», justificou Marinaldo.



Fale Conosco

Para que possamos lhe atender melhor por favor entre com as informações abaixo. Obrigado!

Perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões? Eu adoraria ajudá-lo!

ENTER para enviar