Vereador Álvaro Farias pede o fim das casas de taipa e construção de Estádio de Futebol

Vereador Álvaro Farias pede o fim das casas de taipa e construção de Estádio de Futebol

O Vereador Alvaro Farias – PSC – apresentou duas Emendas de relevante importância ao Plano Estratégico Campina Grande 2035. Na primeira emenda, pede-se a estruturação do plano de contingencia para situação das chuvas e, estabelece prioridade na eliminação das casas de taipa de município, bem como saneamento básico e pleno. A justificativa para esta emenda, segundo o vereador, é que Campina Grande é um centro de escoamento de grande parte do potencial econômico do estado da Paraíba, e não pode, conviver nos dias de hoje, com parte significativa dos seus munícipes ainda residindo em casas de taipa e sem saneamento básico.

Na segunda Emenda, Alvaro Farias, na “Área de Resultado, Organização e Funcional”, solicita a criação de um programa para revitalização de espaços públicos (parques, praças, etc.) dotando-os de equipamentos de convivência, esporte e lazer (academia funcional, por exemplo) de forma inclusiva. Planejar a construção de áreas de pratica esportiva múltiplas nos distritos, onde entra a solicitação para a construção de um estádio de futebol no distrito de São José da Mata, integrando homem, esporte e lazer.

Ainda segundo o Vereador, essas Emendas que foram aprovadas já tornaram-se Leis, podendo ser concretizadas até o ano de 2035, mesmo com mudanças de governo municipal.

O vereador Galego do Leite (Podemos) apresentou cinco emendas, aprovadas pelo plenário da Câmara Municipal de Campina Grande, ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Campina 2035. O plano, que pretende estipular um programa de desenvolvimento para a Rainha da Borborema durante as próximas duas décadas, foi convertido em lei no último dia 19, após passar pelo poder legislativo.
A primeira emenda de autoria de Galego estabelece a garantia de revisão e atualização dos limites dos bairros da cidade. O parlamentar lembrou que “nos últimos anos, Campina tem crescido em população e ocupação geográfica, surgindo novos bairros e havendo confusão quanto aos limites de cada um, o que provoca uma série de transtornos, como na entrega de correspondências”.
A segunda emenda reforça luta antiga do vereador, fixando no plano o projeto de desassoreamento do Açude Velho e do Açude de Bodocongó. A terceira, por sua vez, propõe o estímulo ao turismo de negócios na cidade, para aproveitar uma vocação natural de Campina Grande, e apoia a requalificação do Parque Evaldo Cruz, para que sirva como centro de gastronomia e lazer.
A quarta emenda fixa a ampliação e/ou construção de cemitério público para atendimento à população de baixa renda. A quinta versa sobre a necessidade de mitigação do antigo lixão da Alça Sudoeste, que encontra-se lacrado e abandonado, necessitando de serviços de revitalização do meio-ambiente local.
A sexta emenda, que foi subscrita também pelo vereador Álvaro Farias, é outra demanda há muito trabalhada por Galego do Leite, que desde seu primeiro ano de mandato luta pela substituição das casas de taipa por imóveis de alvenaria na zona rural. “Venho batalhando por essa causa, porque, afinal de contas, é inadmissível que em pleno século XXI ainda haja pessoas morando precariamente em taperas de barro”, destacou Galego.
***Conteúdo de responsabilidade da Assessoria



Fale Conosco

Para que possamos lhe atender melhor por favor entre com as informações abaixo. Obrigado!

Perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões? Eu adoraria ajudá-lo!

ENTER para enviar