Vereador e comissão de protetores dos animais visitam o Centro de Zoonoses

vereadores_c_zoonosesO vereador Olimpio Oliveira visitou mais uma vez, nesta sexta-feira, o Centro de Controle de Zoonoses. O edil estava acompanhado de uma Comissão de protetores dos animais e membros do Fórum Municipal de Proteção e Bem-Estar Animal. O objetivo da visita foi para averiguar a veracidade ou não de denúncias dando conta da realização de eutanásias, em desacordo com a Lei Municipal nº 4.348, de 29 de dezembro de 2005, a qual proíbe a realização de eutanásia de animais sadios e clinicamente viáveis.

A gerente de vigilância ambiental e zoonoses, Rossandra Oliveira, garantiu aos presentes que as denúncias são infundadas, pois, o compromisso da gestão é de enfrentar os problemas existentes no Centro de Zoonoses, especialmente, para viabilizar melhores acomodações para os animais. “Todos aqui são profissionais e conscientes de seus deveres. Assumo o compromisso diante de vocês de que qualquer prática não amparada por lei não será tolerada neste recinto, pois sou uma funcionária efetiva e tenho compromisso com o serviço público de qualidade, disso não abro mão”, garantiu Rossandra.

Na ocasião, todos os protetores dos animais presentes tiveram a oportunidade de manifestar as suas preocupações e reivindicações, sob os olhares atentos da gerente e de seus auxiliares.

O vereador Olimpio Oliveira entregou um documento sugerindo algumas ações para diminuir a superpopulação de animais confinados no CCZ, além de oficializar alguns pedidos de informações sobre procedimentos e sobre a quantidade de animais custodiados. “Reafirmamos a nossa convicção de que o problema de superlotação do Centro de Controle de Zoonoses será coisa do passado, quando o Poder Público investir efetivamente em Políticas Públicas para a promoção do bem-estar animal. Efetuando a vacinação sistemática de cães e gatos nas áreas de risco, o controle populacional, por meio da captura e esterilização, aliando tudo isso à educação para a guarda responsável de animais, ou seja, colocar em efetividade as estratégias recomendadas pela Organização Pan-Americana de Saúde e aceitas mundialmente”,  ponderou Olimpio.

Olimpio ainda informou aos presentes que, o município dispõe de previsão orçamentária no valor de R$ 1.100.000,00 (Um milhão e cem mil reais) para financiar diversas políticas públicas para o bem-estar animal, fruto de emendas ao Plano Plurianual e à Lei Orçamentária Anual.

Depois de aproximadamente duas horas de intensos debates, o grupo de visitantes foi convidado pela gerente para visitar todas as dependências do CCZ. “Apesar de constatarmos que temos ração e medicamentos em estoque, saímos daqui preocupados com o grande número de animais apreendidos, são quase 300 cães e gatos e o espaço não comporta tantos animais. É necessário que a população se conscientize de que é crime abandonar animais. Além disso, precisamos urgentemente de ações para atrair pessoas para adotar esses animais”, desabafou a protetora Selma Pinheiro.

A direção do Centro de Zoonoses se comprometeu em facilitar sempre o acesso dos protetores para que eles possam continuar fiscalizando as ações do Centro de Zoonoses.

Estiveram acompanhando a visita: o vereador Olimpio Oliveira; os protetores Francisco Viana, Selma Pinheiro, Pastor Francisco Benício, Dra. Maria Betania Vitoriano, Adria Ramalho, Rodrigo Freire, Dr. Sérgio Dantas Carneiro (Ex-reitor da UFCG) e Socorro Souza.

qr code




Fale Conosco

Para que possamos lhe atender melhor por favor entre com as informações abaixo. Obrigado!

Perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões? Eu adoraria ajudá-lo!

ENTER para enviar