Vereadores discutem problemas no funcionamento do Hospital de Trauma em CG

Vereadores discutem problemas no funcionamento do Hospital de Trauma em CG

Vereadores discutem problemas no funcionamento do Hospital de Trauma em CG

Durante a 75ª Sessão Ordinária realizada na Câmara Municipal, na manhã dessa quinta-feira (06), os vereadores discutiram sobre os problemas de sobrecarga e sucateamento que o Hospital de Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, localizado em Campina Grande, está enfrentando nos últimos meses.

Segundo eles, em visita ao local e através de denúncias da população que já procurou os serviços do hospital, há falta de remédios, leitos, atendimento médico e assistência para os pacientes em geral. Além disso, os funcionários também sofrem com o descaso e muitos já foram demitidos por falta de recursos para o pagamento dos salários.

Os parlamentares municipais avaliaram a proposta de criar uma comissão entre eles e fazerem uma visita ao Trauma, com o intuito de levar ao conhecimento do governador Ricardo Coutinho os prejuízos que essas dificuldades estão causando para os campinenses e esperar que ele tome decisões para amenizar esses transtornos.

Caso não sejam resolvidos os problemas, o hospital deixa de ser referência para os 203 municípios paraibanos e também poderá prejudicar cidades do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará, que dependem do seu atendimento.

O hospital faz parte da rede hospitalar de urgência e emergência do Governo do Estado, já prestou atendimento a 47.100 pessoas e realizou 4.300 cirurgias no primeiro semestre de 2016. Possui uma grande estrutura com cerca de 292 leitos e regime de plantão presencial durante as 24h do dia, também conta com 6 salas no bloco cirúrgico e 340 médicos para tratar os pacientes que chegam em busca de cuidados.

***Dirp./CMCG




Fale Conosco

Para que possamos lhe atender melhor por favor entre com as informações abaixo. Obrigado!

Perguntas, dúvidas, críticas ou sugestões? Eu adoraria ajudá-lo!

ENTER para enviar